sábado, 14 de março de 2009

Se eu pudesse...




Se eu pudesse..
Mostrava ao mundo
O caminho da paz e do amor;
Deitava por terra
Todas as ruas da solidão e da dor;

Se eu pudesse...
Fazia uma criança sorrir;
Fazia uma flor brotar;
O mundo bem mais longe podia ir
Se todos no coração, tivessem a palavra Amor.

Se eu pudesse...
Quebrava as correias da infelicidade;
Calava as vozes da arrogância;
Mostrava aos ricos a humildade e a partilha;
Seria bem mais fácil, se todos soubessem amar.

Se eu pudesse...
Todos saberiam a diferença entre o bem e o mal;
Entre o amor e o ódio;
Entre a solidão e o companheirismo;
Entre o ser tudo e não ser nada;
Entre a humanidade e a desumanidade;
Para sabermos,
O que realmente somos nós!

Safira

3 comentários:

manzas disse...

Se eu pudesse... o mundo era perfeito!

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Caçador disse...

Pergunta desafio: "Qual é o rasto que deixamos ao passarmos pela vida?"
http://photomelomanias.blogspot.com/2009/03/impressoes-digitais.html

O Profeta disse...

O silêncio da solidão mora em meus olhos
Revela-se na tristeza, retém a palavra amarga
Tem a nudez de um aguaceiro de Maio
Uma garganta presa em grades que a voz embarga

Hoje a Ilha acordou presa ao silêncio
Os pássaros voaram no chão de barro frio
Esqueceram-se de subir ao azul
Lavaram as penas nas águas de um rio


Convido-te a descansar a alma nas minhas pedras de Ouro

Boa semana


Mágico beijo